1. 0
« »

Deputada Ione Pinheiro visita ETE de Ibirité, que começa a funcionar em junho

Tecnologia utilizada na limpeza da água somente é encontrada em países da Europa e nos Estados Unidos Tecnologia utilizada na limpeza da água somente é encontrada em países da Europa e nos Estados Unidos Foto: Alexandre Almeida/Assessoria

Na manhã do dia 11 de maio, segunda-feira, a deputada estadual Ione Pinheiro (DEM) esteve ao lado do prefeito de Ibirité, Pinheirinho (PP), acompanhando o andamento das obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Ibirité. De acordo com representantes da Copasa, órgão responsável pela obra, a ETE de Ibrité já tem condições de iniciar sua pré-operação no início do mês de junho. A expectativa é que em setembro a Estação de Tratamento esteja operando normalmente.

Considerada a mais moderna e eficiente do Brasil, a Estação de Tratamento de Esgoto de Ibrité é referência na América Latina. Isso devido ao seu sistema de filtragem de esgoto que utiliza raios ultravioleta, substituindo o antigo processo de cloração que pode ser cancerígeno. Somente em alguns países da Europa e nos Estados Unidos esse método de limpeza é utilizado.

O processo de desinfecção é também inovador e não gera sujeira. Além de transformar o esgoto coletado em água quase potável, o lodo e a areia resultantes desse processo são incinerados, e suas cinzas, ricas em potássio, podem ser utilizadas em grandes plantações.

A Lagoa da Petrobras, que fica ao lado da ETE de Ibirité, também será beneficiada. Com o início dos trabalhos na ETE, o local, que é um dos cartões-portais de Ibirité, não mais receberá esgoto. Aliado a isso, a água limpa, que outrora foi esgoto, será despejada na Lagoa, contribuindo para sua limpeza e impedindo a proliferação dos aguapés.

A ETE de Ibrité também conta com um sistema de geração de energia próprio. Durante o processo de desinfecção da água, é feito o reaproveitamento de gás que é utilizado para gerar energia para a ETE. A capacidade de limpeza da ETE Ibirité é de 70 a 84 litros de esgoto por segundo.

Aumento da rede de esgoto

Presente à visita, a deputada Ione Pinheiro comemorou o ritmo avançado das obras e o benefício que a Estação de Tratamento de Esgoto trará à população. “Uma obra grandiosa tanto em tecnologia e inovação quanto em promoção de qualidade de vida e saúde”. Porém, a deputada acredita que a ETE pode receber mais que os 50% de esgoto que chegam de Ibirité. “Uma obra importante e grande como essa precisa expandir e atender mais residências na nossa cidade”, comentou Ione.

Após a visita à ETE, Ione Pinheiro e Pinheirinho visitaram bairros de Ibirité, juntamente com o secretário de Meio Ambiente de Ibirité, André Gustavo Diniz Matos, e com o diretor de Operação Metropolitana da Copasa, Dr. Rômulo Perilli, onde é necessário instalar redes de esgoto. “Aproveitamos para mostrar aos representantes da Copasa a necessidade de aumentar a rede de esgoto na nossa cidade. Com a ETE em funcionamento, seria um desperdício não tentar tratar todo o esgoto de Ibirité, aumentando a rede”, finalizou Ione Pinheiro.