1. 0
« »

Deputada Ione Pinheiro comemora repasse de R$ 400 mil para o Ballet Jovem

Membro efetiva da Comissão de Cultura da ALMG, Ione defende a permanência das atividades do grupo artístico e cobra ampliação do programa pelo Estado. Membro efetiva da Comissão de Cultura da ALMG, Ione defende a permanência das atividades do grupo artístico e cobra ampliação do programa pelo Estado. Foto: Raíla Melo/ALMG

O apoio prestado pela deputada estadual Ione Pinheiro (DEM) e pelos demais componentes da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) ao Ballet Jovem do Palácio das Artes começa a surtir os primeiros efeitos positivos. Com a aprovação do orçamento do Estado para 2015, realizada ontem, quinta-feira, dia 26 de março, durante votação na Reunião Extraordinária no Plenário, foi aprovada uma emenda que destina R$ 400 mil para a Fundação Clóvis Salgado (FCS), órgão que gerencia o projeto de dança. Existe a possibilidade de que metade desse montante seja utilizado apenas para custear as atividades do Ballet Jovem.

No início do mês de março, as atividades do Ballet Jovem do Palácio das Artes foram canceladas devido ao corte de gastos proposto pela nova gestão estadual. Alunos e professores foram contrários a essa decisão e no dia 25 de março, quarta-feira, participaram da reunião da Comissão de Cultura, solicitando ajuda aos deputados. Ione Pinheiro e seus colegas de Comissão aprovaram dois requerimentos: um solicitando ao secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, a manutenção do projeto; outro pedindo que o secretário apresente os projetos da pasta para os próximos anos.

Considerada uma defensora da Educação e da Cultura, Ione Pinheiro comemorou a aprovação da emenda que retoma os investimentos no Ballet Jovem e criticou a decisão inicial do Governo do Estado. “Felizmente conseguimos a aprovação desta emenda que vai destinar recursos para esse projeto tão bonito, que capacita profissionais de dança e trabalha com a juventude. Seria uma irresponsabilidade do governo atual fechar um projeto tão importante que já é patrimônio da nossa Minas Gerais. Estamos contentes pela decisão”, comentou a parlamentar.