1. 0
« »

Ione Pinheiro cobra melhorias do sistema Move metropolitano

Parlamentar relatou que moradores de cidades vizinhas a BH estão descontentes com o Move Parlamentar relatou que moradores de cidades vizinhas a BH estão descontentes com o Move Foto: ALMG

Centenas de usuários do Move metropolitano vieram à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na manhã desta quinta-feira, dia 19 de março, participar da reunião da Comissão de Participação Popular que se destinou a discutir os problemas enfrentados pela população desde o início das atividades do novo sistema de transporte público. Presente à reunião, a deputada estadual Ione Pinheiro (DEM) criticou a superlotação dos ônibus e a demora nas viagens em comparação com o antigo modelo, arrancando aplausos da plateia.           

De acordo com a deputada, os moradores da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) foram prejudicados com a implantação do novo sistema. “Ninguém foi consultado. Não houve consulta popular. Foram logo instalando o Move nas cidades do entorno de Belo Horizonte e hoje ele não funciona, não atende quem mora em Sarzedo, Ibirité, Vespasiano...”, protestou a deputada. Ione Pinheiro também solicitou a intervenção e o aperfeiçoamento do sistema ao secretário de Transportes e Obras Públicas do Governo de Minas Gerais, Murilo Valadares, que estava presente à audiência. “A situação é crítica. Os usuários não aprovaram o que foi feito. É necessário que os responsáveis estudem e resolvam a situação. Coloco-me à disposição para auxiliar no que for preciso”, comunicou Ione.

 

Comissão de Saúde

Na mesma manhã, Ione Pinheiro também compareceu à reunião da Comissão de Saúde da Assembleia que recebeu o secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, Fausto Pereira dos Santos. O novo secretário compareceu à reunião para apresentar o relatório da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) em Minas nos 4 primeiros meses de 2015. A parlamentar aproveitou seu momento de fala durante a reunião e fez críticas ao Governo Federal, apontando que o Hospital de Ibirité enfrenta dificuldades de atendimento aos pacientes, devido à falta de pagamento do Governo Federal, e sugeriu uma visita técnica dos deputados ao Hospital.