1. 0
« »

Confira hábitos para prevenir a gripe; doença tende a ter mais casos registrados nesta época do ano

Em época de frio e tempo seco, tanto a gripe como o resfriado ganham força e se espalham com facilidade, tornando-se verdadeiros incômodos para muita gente. Entretanto, simples medidas de prevenção reduzem bastante o risco de contaminação.

Confira alguns deles:

- Lave bem as mãos com água e sabão;

- Beba bastante água. Manter as vias respiratórias bem hidratadas dificulta a entrada de vírus e bactérias;

- Evite locais com muitas pessoas e com pouca circulação de ar;

- Mantenha a janela do ônibus sempre aberta, mesmo em dias mais frios;

- Sempre jogue os lenços de papel no lixo;

- Nunca use as mãos para tossir ou espirrar;

- Ao tossir ou espirrar, use a parte interna do braço, na área superior das mangas da roupa;

- Evite compartilhar alimentos, copos, talheres, toalhas e outros objetos de uso pessoal;

- Crianças menores de seis meses, que ainda não receberam todas as vacinas, não devem ser expostas a locais com aglomerações de pessoas, como shoppings e ônibus;

- Não tome medicamentos sem orientação médica;

- Diante de qualquer sintoma de gripe, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima.

Diferença entre gripe e resfriado

A gripe é causada pelo vírus Influenza. Esse micro-organismo é dividido nos tipos A, B ou C. Os vírus do tipo A provocam os quadros mais graves. Entre os sintomas, é comum o aparecimento de espirro, coriza, tosse, febre alta, dor de cabeça e prostração. A transmissão da gripe ocorre, geralmente, por secreção e pela inalação de partículas de saliva infectada em suspensão no ar.

O resfriado comum é causado pela inflamação das vias aéreas superiores, com obstrução nasal e/ou tosse. Geralmente, a pessoa resfriada não apresenta febre. A síndrome gripal, porém, é a doença aguda, com duração máxima de cinco dias, apresentando quadros de febre, tosse ou dor de garganta e também com infecção aguda das vias aéreas superiores (faringe, laringe, amídala e traqueia).